Preconceito Linguístico

Preconceito Linguístico

Marcos Bagno / Aug 26, 2019

Preconceito Lingu stico Pela Editora Loyola todas as edi es possuem o mesmo ISBN O autor fez diversas atualiza es no conte do ao longo dos anos por isso o n mero de p ginas da sua edi o pode ser diferente O

  • Title: Preconceito Linguístico
  • Author: Marcos Bagno
  • ISBN: 9788515018895
  • Page: 137
  • Format: Paperback
  • Pela Editora Loyola, todas as edi es 1 55 possuem o mesmo ISBN 8515018896 O autor fez diversas atualiza es no conte do ao longo dos anos, por isso o n mero de p ginas da sua edi o pode ser diferente.O preconceito ling stico est ligado, em boa medida, confus o que foi criada, no curso da hist ria, entre l ngua e gram tica normativa Nossa tarefa mais urgentePela Editora Loyola, todas as edi es 1 55 possuem o mesmo ISBN 8515018896 O autor fez diversas atualiza es no conte do ao longo dos anos, por isso o n mero de p ginas da sua edi o pode ser diferente.O preconceito ling stico est ligado, em boa medida, confus o que foi criada, no curso da hist ria, entre l ngua e gram tica normativa Nossa tarefa mais urgente desfazer essa confus o Uma receita de bolo n o um bolo, o molde de um vestido n o um vestido, um mapa m ndi n o o mundo Tamb m a gram tica n o a l ngua A l ngua um enorme iceberg flutuando no mar do tempo, e a gram tica normativa a tentativa de descrever apenas uma parcela mais vis vel dele, a chamada norma culta.Essa descri o, claro, tem seu valor e seus m ritos, mas parcial no sentido literal e figurado do termo e n o pode ser autoritariamente aplicada a todo o resto da l ngua afinal, a ponta do iceberg que emerge representa apenas um quinto do seu volume total Mas essa aplica o autorit ria, intolerante e repressiva que impera na ideologia geradora do preconceito ling stico.

    • [PDF] Download ✓ Preconceito Linguístico | by ✓ Marcos Bagno
      137 Marcos Bagno
    • thumbnail Title: [PDF] Download ✓ Preconceito Linguístico | by ✓ Marcos Bagno
      Posted by:Marcos Bagno
      Published :2018-011-11T05:16:00+00:00

    About "Marcos Bagno"

      • Marcos Bagno

        Marcos Ara jo Bagno um intelectual, professor, doutor em filologia, linguista e escritor brasileiro professor do Departamento de L nguas Estrangeiras e Tradu o da Universidade de Bras lia, doutor em filologia e l ngua portuguesa pela Universidade de S o Paulo, tradutor, escritor com diversos pr mios e mais de 30 t tulos publicados, entre literatura e obras t cnico did ticas Atua mais especificamente na rea de sociolingu stica e literatura infanto juvenil, bem como quest es pedag gicas sobre o ensino de portugu s no Brasil Em 2012 sua obra As mem rias de Eug nia recebeu o Pr mio Jabuti.


    720 Comments


    1. Existe uma regra de ouro na Lingüística que diz: "só existe língua se houver seres humanos que a falem".E o velho e bom Aristóteles nos ensina que o ser humano "é um animal político". Usando essas duas afirmações como os termos de um silogismo (mais um presente que ganhamos de Aristóteles), chegamos à conclusão de que "tratar da língua é tratar de um tema político", já que também é tratar de seres humanos. Por isso, o leitor e a leitora não deverão se espantar com o tom marca [...]


    2. "o conhecimento mecânico da doutrina gramatical se transformou num instrumento de discriminação e de exclusão social. “Saber português”, na verdade, sempre significou “saber gramática”, isto é, ser capaz de identificar — por meio de uma terminologia falha e incoerente — o “sujeito” e o “predicado” de uma frase, pouco importando o que essa frase queria dizer, os efeitos de sentido que podia provocar etc. Transformada num saber esotérico, reservado a uns poucos “ilumi [...]


    3. Uma das coisas mais importantes que eu já li sobre linguagem e práticas culturais em muito tempo. O Bagno é meio exagerado em quase tudo que ele faz, mas seu ataque ao preconceito linguístico e ao apelo à norma culta e insípida é tão visceral e convincente que é impossível não se render.Como eu queria ter lido isso há uns dez anos atrás.



    4. Um ótimo convite à reflexão a respeito da linguagem e seu papel não apenas como instrumeto de comunicação, mas também como perpetuador de preconceitos.


    5. Difícil existir um livro que tenha tratado do tema de forma tão bem feita. O autor desfaz toda a rede que sustenta esse tipo de preconceito que, diferentemente de outros tipos de preconceito, perdura com plena liberdade entre todos os segmentos da nossa sociedade. O autor desfaz os mitos linguísticos que ainda hoje são ouvidos em todos os lugares, entre eles a tão alardeada suposta dificuldade de nosso idioma, assim como a nossa esperada servidão às regras gramaticais do outro lado do Atl [...]



    6. Ainda me falta ler uma obra politizada que não incorresse em um pouco de hipocrisia mesmo que concorde em geral com suas ideias. A razão é óbvia: partindo de seu próprio viés, o autor escolhe quais críticas cabem a seus oponentes, e quais delas não cabem a si próprio. Tendenciosismo político? Isso é para os outros.Exemplo? Logo no começo, Bagno alerta que não há como se falar em preconceito linguístico sem incorrer em política. De onde eu vim isso se chama “não quero analisar [...]


    7. Em primeiro lugar, não leia esse livro se você estiver se preparando para algum concurso ou para prestar o vestibular, ou qualquer outra coisa que ainda cobre a tal "norma culta" da língua. O ataque que o autor faz é tão convincente que vai ficar ainda mais doloroso ter que voltar aos exercícios de gramática depois de ler esse livro. Experiência própria, gente, vai por mim.Embora eu tenha concordo com praticamente todas as ideias que Marcos Bagno apresenta aqui, não posso deixar de cri [...]


    8. Muito bom. Nos faz refletir sobre o conceito de língua e a importância do objetivo da comunicação, independentemente do uso da norma padrão.


    9. Paguei R$16 na Bienal do Livro de SP e o retorno que esse livro me trouxe é imensurável. Sempre prezei pela boa escrita e boa fala, mas não me importava quando alguém falava ou escrevia "errado", embora, internamente, corrigisse a pessoa. Essa obra despeja conhecimento científico e evidências claras de que a língua é algo vivo e não existe uma língua "certa, culta, formal", isso é mais uma forma de segregar ricos e pobres, opressores e oprimidos. O autor dá ótimos exemplos e mostra [...]


    10. Preconceito Linguístico é uma ótima obra de Marcos Bagno que discute e desconstrói noções comuns que temos sobre o português brasileiro, desde a ideia de que falamos um português errado até a discussão de algumas variantes linguísticas, como a troca do L pelo R. A obra é simples e objetiva, porém senti falta de mais informações e abordagens sobre o tema.


    11. Com ar de denúncia, linguagem clara reflexões astutas, Marcos Bagno extrai todo e qualquer preconceito da boca de toda e qualquer pessoa. PENA QUE A LECA PEDIU EMPRESTADO E NUNCA ME DEVOLVEU - PUTINHA!



    Leave a Reply