Os íbis vermelhos da Guiana

Os íbis vermelhos da Guiana

Helena Marques / Oct 21, 2019

Os bis vermelhos da Guiana Desde o primeiro quartel do s culo XIX in cio da aventura migrat ria da jovem burguesia do Funchal at ao nascer do s culo XXI quando passado e presente por fim se cruzam a Guiana polariza os camin

  • Title: Os íbis vermelhos da Guiana
  • Author: Helena Marques
  • ISBN: 9789722021036
  • Page: 381
  • Format: Paperback
  • Desde o primeiro quartel do s culo XIX, in cio da aventura migrat ria da jovem burguesia do Funchal, at ao nascer do s culo XXI, quando passado e presente por fim se cruzam, a Guiana polariza os caminhos das personagens deste livro, mesmo daqueles que nunca l estiveram.2 edi o

    • Best Read [Helena Marques] ½ Os íbis vermelhos da Guiana || [Memoir Book] PDF ☆
      381 Helena Marques
    • thumbnail Title: Best Read [Helena Marques] ½ Os íbis vermelhos da Guiana || [Memoir Book] PDF ☆
      Posted by:Helena Marques
      Published :2018-012-21T08:56:16+00:00

    About "Helena Marques"

      • Helena Marques

        De fam lias madeirenses, Helena Marques nasceu em Carcavelos, em 1935 Jornalista durante trinta e seis anos, iniciou a sua carreira no Di rio de Not cias do Funchal e terminou a no Di rio de Not cias de Lisboa, onde foi directora adjunta 1968 1992 Entretanto, foi redactora de v rios outros di rios, nomeadamente A Capital, Rep blica e A Luta.Publicou o seu primeiro livro, O ltimo Cais, em 1992 Muito aclamado, recebeu o Grande Pr mio de Romance e Novela da Associa o Portuguesa de Escritores, o Pr mio Revista Ler C rculo de Leitores, o Pr mio M xima de Revela o, o Pr mio Proc pio de Literatura e o Pr mio Bordallo de Literatura da Casa da Imprensa Seguiram se os romances A Deusa Sentada 1994 , Terceiras Pessoas 1998 e Os bis Vermelhos da Guiana 2002 , e o livro de contos Ilhas Contadas 2007 A sua obra encontra se traduzida em alem o, italiano, castelhano, grego, romeno e b lgaro.O Bazar Alem o 2010 o seu mais recente livro mulheres ps20.ipp Helen


    570 Comments

    1. A história da familia confunde-se com a história do sec. XIX e XX, num relato cuidadoso e sem dramas excessivos ou maus da fita Dá a sensação de ser verdadeiramente uma história de familia, marcada pelos seus homens, mas principalmente pelas suas mulheres, fortes, frágeis e por vezes além do seu tempo. Ao mesmo nível do Ultimo Cais.


    Leave a Reply